Notícias:
latest

BOLSONARO VAI VETAR AUXÍLIO DE R$ 600 A MANICURES E BARBEIROS, DIZ COLUNISTA; CATEGORIAS AGORA SÃO "SERVIÇOS ESSENCIAIS"



                        Crédito da Foto: reprodução/Agência Brasil

Após ter classificado salões de belezas e barbearias como atividades essenciais, o presidente Jair Bolsonaro (sem partido) está planejando uma medida que pode não agradar essas classes. De acordo com a colunista Mônica Bergamo, da Folha de S. Paulo, o chefe de estado irá vetar um decreto que possibilitaria que manicures e barbeiros ganhem o auxílio emergêncial de R$ 600.
Um Projeto de Lei de autoria do senador Randolfe Rodrigues (Rede-AP), que já tinha sido aprovado no Congresso, ampliou a lista de categorias que poderiam receber o auxílio emergencial do governo, incluindo as duas opções. O governo, no entanto, diz que essas categorias já foram contemplada na primeira lei sobre o pagamento, que seria destribuido apenas àqueles que tem Bolsa Familia ou Cadastro Único.
Ainda segundo a coluna, o veto do presidente foi avisado aos senadores pelo ministro da Cidadania, Onyx Lorenzoni. Ele disse que apenas dois grupos do projeto do Congresso serão sancionados por Bolsonaro: os de mães menores de idade e o de pais monoparentais. A decisão ainda não foi publicada no Diário Oficial.

« Voltar
Próximo »

Nenhum comentário