Um jovem de 22 anos aproveitou que os caixões de pessoas mortas pela Covid-19 são lacrados para esconder drogas dentro de urna funerária. Tudo aconteceu em Jataí, no estado de Goiás, na segunda-feira (15/6).
De acordo com a Polícia Militar estadual, os agentes fizeram uma abordagem a um veículo funerário e o condutor parecia estar bem nervoso. Ele explicou que estava transportando corpos de vítimas do novo coronavírus e, por causa do risco de infecção, os caixões não poderiam ser abertos.
A equipe solicitou a documentação necessária para o transporte dos corpos, mas o condutor disse que não possuia. Os agentes estranharam a falta de certidões e disseram que o motorista dava "informações desencontradas", o que fez a polícia abrir os caixões.
Neles, foram 300  quilos de maconha, que saíram de Ponta Porã, no Mato Grosso do Sul, com destino a Goiânia. O suspeito e as drogas foram encaminhados para a Delegacia de Polícia local.

FONTE:ARATUON