Notícias:
latest

POLICIAL QUE AMEAÇOU COLEGA NO CENTRO DE SÃO PAULO É PRESO

 

O soldado Felipe do Nascimento, que viralizou nas redes sociais após ser flagrado ameaçando com uma pistola calibre .40 no rosto do colega de farda no centro de São Paulo na sexta-feira (4/12), foi preso pelo crime de ameaça e  violência contra superior qualificado pelo uso de arma.

De acordo com a Polícia Militar, a confusão aconteceu na rua Santa Ifigênia após o cabo Márcio Simão de Oliveira Matias se atrasar no retorno do almoço e consequentemente demorar para a rendição de Nascimento. O soldado foi conduzido ao presídio militar Romão Gomes, na zona norte da capital, onde ficará detido. . O cabo, que foi ameaçado, foi retirado de serviço.

Por meio de nota, a PM disse classificar como "gravíssima e repulsiva a ocorrência do início da tarde desta sexta-feira (4), na região de Santa Ifigênia, no centro da capital, onde um policial ameaçou outro com arma em punho, em via pública". "A atitude viola frontalmente os valores fundamentais da instituição, especialmente a disciplina, a hierarquia, o profissionalismo, a honra e a dignidade humana, exigindo assim punições severas, na medida de sua gravidade", afirmou a corporação.

Imagens do momento da confusão viralizaram nas redes sociais Enquanto um dos PMs aponta a arma para o colega, pessoas gritavam: "mata ele", "pega ele!" e "atira na bunda dele". Confira:

 

Também na sexta-feira,  um policial civil foi morto com um tiro à queima-roupa disparado na cabeça pelo próprio colega após ambos se envolverem em um acidente de carro em Santa Cruz do Rio Pardo, interior de São Paulo.

os dois agentes começaram a discutir dentro da ambulância que levava ambos para o hospital. Um dos agentes sacou a arma e atirou contra o outro. Em seguida, ele apontou a arma contra a própria cabeça, mas foi impedido de atirar por um médico. O agente foi preso em flagrante e deve responder pelo crime

e de homicídio. O caso está sendo investigado pela Corregedoria da Polícia Civil.


FONTE:ARATUON

« Voltar
Próximo »

Nenhum comentário