Uma mulher foi indiciada pela polícia após ser identificada como a dona de um perfil falso, em uma rede social, que estava divulgando fotos íntimas de uma moradora do município baiano de Brejões. Depois de uma investigação, o delegado Isaías de Lucena Neto, titular da Delegacia Territorial (DT) da cidade, descobriu que a vítima é ex-namorada do atual companheiro da suspeita.

Conforme o delegado, ao saber que o namorado guardava fotos íntimas da ex no celular, a suspeita criou um perfil, onde postou diversas imagens e adicionou amigos e familiares da vítima. O crime é conhecido como "revenge porn" (pornografia de vingança), e tem o objetivo de causar humilhação à vítima, ao expor sua intimidade sexual, sem seu consentimento.

Conforme a Polícia Civil, a suspeita de divulgar as fotos foi indiciada em inquérito policial, por publicar, sem autorização da vítima, fotos ou vídeos com cenas de nudez. A pena pode varia entre um a cinco anos de reclusão.

Fonte: Aratuon