Notícias:
latest

E PODE ISSO: O TERROR DA OMS ORGIAS SEXUAIS MOVIMENTAM SALVADOR DURANTE A PANDEMIA

 


Com Salvador enfrentando a segunda onda da Covid-19 e uma nova leva de medidas de restrições que fechou eventos e bares e obrigou as pessoas à ficarem em casa, ganhou destaque nos últimos dias um anúncio que parecia incomum: uma orgia em alto mar.

Com o plano de fundo da Baía de Todos os Santos o evento está programado para acontecer em uma escuna, 24 de abril, às 12h, com saída do bairro de São Tomé de Paripe.

Para participar, parece ser simples: basta pagar entre R$ 100 e R$ 200, além de, claro, uma caixa de cerveja.

A equipe do Site resolveu ir atrás de mais informações sobre o evento, que no mínimo, desafia as normas de saúde impostas pelo Governo da Bahia.

Ao se apresentar como interessada na festa, nossa repórter entrou em contato com o organizador da orgia e descobriu que a promessa da ‘Escuna Liberal Fest’ é seguir quase todos os protocolos de segurança contra o novo coronavírus. O uso de máscara será obrigatório e terá a distribuição de álcool em gel. O distanciamento, no entanto, não vai ser possível.

Antes da participação ser dada como certa, o interessado passa por uma avaliação. O organizador da orgia afirma que só “pessoas de bem” participam da festa em alto mar.

O evento oferece várias opções para satisfazer os desejos dos clientes: de trocas de casais a Gangs, quando duas mulheres têm o interesse em se relacionar com até dez homens.

O idealizador da atividade diz que atua no ramo de festas liberais há mais de 11 anos. Apesar do evento “rolar de tudo”, o uso de drogas é proibido. Além disso, só é permitido pessoas maiores de 18 anos, solteiros ou casados.


Fonte:VN

« Voltar
Próximo »

Nenhum comentário