Notícias:
latest

CRUELDADE! PADRASTO MATA BEBÊ POR SE INCOMODAR COM O CHORO

 

O bebê Lucas Felipe da Silva, de apenas oito meses, foi morto pelo padrasto que se sentia incomodado com o choro da criança após um período de bebedeira, informou a polícia durante entrevista coletiva, no início da tarde de segunda-feira (20/12). O menino foi morto no último dia 02, no bairro Tabuleiro do Martins, em Maceió, e familiares alegaram que a criança tinha caído da cama. A gravidade das lesões, no entanto, chamou a atenção da polícia.

“Todo o crânio estava praticamente esfacelado, o que demonstrava que a causa morte não teria sido uma queda. Em hipótese alguma, uma queda causaria aquelas lesões. Com a chegada do laudo cadavérico que indicava a gravidade do crime, a investigação avançou e culminou com a prisão desse indivíduo”, explicou o delegado Ronilson Medeiros, da Delegacia de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP).

Segundo a polícia, o bebê sofreu golpes e teve a cabeça pisoteada pelo padrasto, um homem de 19 anos que será indiciado por homicídio qualificado. “Ele confessou tudo em detalhes. Disse que foi para trás de um coqueiro, quando colocou a criança no chão. Ele disse que desferiu golpes e que pisoteou a cabeça da criança, o que justifica todas as lesões”, contou o delegado Fábio Costa.

O laudo do Instituto Médico Legal (IML) também demonstra que antes de ser morto o bebê já  vinha sofrendo maus-tratos. “Foram encontradas diversas mordidas em fases diferentes, lesões nas mãos que estavam em processo infeccioso e outras já saradas”, disse o médico legista Diogo Nilo, chefe especial do IML Maceió. No dia do crime, conforme a polícia, o padrasto do bebê estava bebendo acompanhado da sogra, com quem teria feito uso de maconha e crack. A mãe e o padrasto do bebê estavam juntos somente há três meses. Ela está grávida do suspeito, que foi preso.

 

 

 

 

« Voltar
Próximo »

Nenhum comentário