Um homem de 55 anos que não teve o nome revelado por conta da Lei de Abuso de Autoridade foi preso pela Polícia Civil nesta quarta-feira (27/1) suspeito de assassinar a própria namorada, que estava grávida. O caso aconteceu no município de Condeúba, a 670 km de Salvador. 

As investigações apontaram que o suspeito cometeu o crime para não assumir a paternidade da criança. De acordo com o titular da Delegacia Territorial, Sérgio Fabiano de Carvalho, a vítima, Maria Betânia Barbosa da Silva, 39, foi morta a golpes de enxada, teve o corpo esquartejado e ocultado.

A vítima estava desaparecida há sete dias e o corpo foi localizado enterrado em uma cova rasa na cidade. O suspeito está à disposição da Justiça.

A equipe da 10ª Coordenadoria Regional de Polícia do Interior (Coorpin/Vitória da Conquista) deu apoio nas investigações que resultaram na prisão.


FONTE: BLOG DO ANDERSON