Notícias:
latest

É COISA VIU! MENINO FAZ CIRURGIA APÓS NASCER COM 3 PÊNIS; É 1º CASO DA HISTÓRIA

 


Uma criança nasceu com 3 membros sexuais masculinos (pênis) e foi necessário se fazer cirurgia para remover dois membros, um de 2 cm e outro de 1 cm. O caso aconteceu em Duhok no Iraque e, de acordo com o artigo do International Journal of Surgery Case Reports esse é primeiro caso do tipo que se tem registro na história humana.

Segundo o médico Shakir Saleem Jabali, apenas o membro que permaneceu era funcional, por isso não ocorrerão problemas com a criança, que até os dias atuais não apresenta problemas da cirurgia.

O neném tinha 3 meses quando a história foi publicada no jornal científico em 2 de outubro de 2020. De acordo com o artigo, a anomalia relacionada ao órgão afeta um em cada 5–6 milhões de nascidos vivos. Cerca de 100 casos de diphallia (nome científico) foram relatados até agora, porém, nenhum caso de Triphallia foi relatado antes. O primeireo caso foi relato em 1609 por Wecker.

Shakir e outros cientistas se mostram intrigados com as possíveis causas dos pênis supranumerários. “Até onde sabemos, este é o primeiro caso relatado com três pênis ou triphallia”, disse Shakir. “Os dois pênis supranumerários se estendiam até a região perineal e estavam presos ao pênis original, ambos tinham corpos cavernosos e esponjosos sem uretra em seu interior. Ambos os pênis supranumerários foram excisados e ambos os corpos foram suturados com um material de sutura fino de absorção lenta. O paciente recebeu alta hospitalar sem intercorrências pós-operatórias e o acompanhamento foi realizado por um ano, sem relato de eventos adversos”, explica o documento.

E a conclusão dos médicos foi seguinte: “Triphallia (três pênis) é uma condição não relatada em humanos até agora. Pacientes com pênis supranumerário têm apresentação única e nenhum caso é idêntico. A posição do pênis pode ser ectópica ou ortotópica. O tratamento é difícil porque apresenta aspectos médicos, éticos e cosméticos. Uma equipe multidisciplinar combinada é necessária para o manejo e um acompanhamento de longo prazo é necessário. A excisão ou reconstrução do pênis duplicado é necessária dependendo do desenvolvimento corporal e da anatomia da uretra”, finalizou.

« Voltar
Próximo »

Nenhum comentário