Notícias:
latest

VIOLÊNCIA SEM FIM! CONJACUIPENSE É PRESO SUSPEITO DE MATAR FILHA, ESPOSA E SOGRA EM CAMPINAS, NO INTERIOR DE SÃO PAULO

 

Foto: Wesley Justino/EPTV

Um homem identificado como Miquéias Santana, natural do município de Conceição do Jacuípe, foi preso em flagrante, nesta terça-feira (18/1), suspeito de matar a filha, a esposa e a sogra em Campinas, no interior do estado de São Paulo. O caso aconteceu no bairro Vila Aeroporto. A informação foi repassada pela Polícia Militar (PM).

Conforme as primeiras informações da PM, o suspeito ligou para o 190 às 9h informando sobre os crimes e afirmando que “fez uma besteira”. Já no local da ocorrência, a Polícia Civil confirmou que a criança, de 3 anos, e a sogra, Creuza Aparecida, de 72, foram mortas na noite de segunda (17), enquanto que a esposa, identificada como Cláudia Aparecida Bernardes, de 34, foi morta na manhã desta terça (18).

Ainda segundo a Polícia Civil, uma pá e uma enxada foram usadas para provocar as mortes. As vítimas foram atingidas por golpes na cabeça. O motivo do crime, de acordo com as primeiras informações levantadas pela investigação, foi uma briga entre o suspeito e a esposa. A sogra teria feito uma intervenção na situação.

Local onde família foi morta pelo pai foi isolado pela perícia, em Campinas (SP) — Foto: Reprodução/EPTV

Vizinhos da casa onde a família moravam relataram ouvir barulhos de gritos e golpes. “Escutei por volta de 21h gritos e umas batidas, aí passou um tempo, veio a viatura, chamou no portão eles não atenderam e a equipe foi embora do local, e quando foi hoje de manhã soubemos da tragédia”, relatou uma moradora.

Pessoas próximas a Miquéias afirmaram que ele conheceu Cláudia há cerca de 5 anos, quando viajou para São Paulo a trabalho, depois disso não retornou mais para a sua terra natal. Na época em que estava em Conceição do Jacuípe o suspeito residia na Rua da ‘Pendanga’, centro da cidade.

Ainda de acordo com informações repassadas por pessoas próximas a família, Miquéias tinha problemas com alcoolismo, no entanto, não possuía histórico de violência e nem demonstrava ser uma pessoa agressiva.

O suspeito estava com uma passagem comprada para retornar a sua cidade de origem no dia 13 de janeiro, mas após ter conversado com a esposa e ter se entendido, decidiu que iria permanecer no interior paulista. Segundo parentes, aparentemente, o relacionamento dos dois estava bem.

Primeiro depoimento

O caso está sendo registrado na 2ª Delegacia de Defesa da Mulher (DDM) de Campinas. De acordo com a Polícia Civil, o suspeito prestou um primeiro depoimento no local e não demonstrou arrependimento.

Perícia foi acionada ao local dos crimes 

Além da Polícia Militar e Polícia Civil, a perícia foi acionada ao local. A casa foi isolada para o trabalho pericial.


Fonte: Fala Genefax

« Voltar
Próximo »

Um comentário

  1. Um satanás deste tem de queimar até o osso virar pó! Desgraçado.

    ResponderExcluir