Notícias:
latest

MP, TCE E TCM REFORÇAM ATUAÇÃO PREVENTIVA INTEGRADA PARA CONTROLE DE GASTOS COM FESTEJOS


                                                           Foto: Humberto Filho

A procuradora-geral de Justiça Norma Cavalcanti e os presidentes dos Tribunais de Contas do Estado (TCE) e dos Municípios, respectivamente Marcos Presídio e Plínio Carneiro, reuniram-se nesta segunda-feira, dia 20, para reforçar a atuação integrada de fiscalização e controle dos gastos com os festejos juninos. Eles ressaltaram a parceria interinstitucional que foi estabelecida para a disponibilização e compartilhamento de dados e informações que subsidiem, principalmente, as ações e medidas preventivas.

O objetivo do encontro foi fortalecer as premissas da atuação coordenada para os órgãos de controle não apenas para as festas deste ano, como também para outros eventos festivos ao longo de 2022 e edições juninas dos próximos anos.

No encontro, foi ressaltado que as ações de fiscalização estão considerando a relevância dos festejos e os seus benefícios para a economia e o lazer das populações locais, sempre com respeito à legítima expectativa da comunidade pela preservação de sua cultura e tradição, conscientizando os envolvidos sobre a realização das festas com responsabilidade fiscal.

No último dia 13 de junho, em reunião na sede do TCE, ficou definido que as ações de controle serão concentradas nos municípios que empreguem maior volume de seus recursos na realização das festividades, e, mais especialmente, naqueles que tiveram emergência/calamidade decretada e foram beneficiários de aportes de recursos federais e/ou estaduais de transferências decorrentes dessas situações.

Além disso, serão foco da fiscalização os municípios que não aplicaram recursos vinculados previstos, especialmente na área da saúde, e detenham elevadas dívidas previdenciárias, entre outras.

Também participaram da reunião o procuradora-geral de Justiça Adjunto Paulo Marcelo Costa; a procuradora-geral de Justiça para Assuntos Jurídicos Wanda Valbiraci Figueiredo; o chefe de gabinete do MP, promotor de Justiça Pedro Maia; e a assessora especial da PGJ, promotora de Justiça Patrícia Mattos.


Fonte: Acorda Cidade

« Voltar
Próximo »

Nenhum comentário